Se você não conseguir visualizar esta mensagem, clique aqui.

 

09 de fevereiro de 2011  

Em depoimento exclusivo, a mineira Roberta Campos fala sobre as suas composições, influências e seu processo criativo na primeira edição do UBC Player, um espaço aberto dedicado ao autor e sua obra.

Escute agora as faixas "Mundo Inteiro" e "De janeiro à janeiro" comentadas pela própria Roberta, que também nos fala sobre o processo de criação de seu trabalho mais recente: o disco "Varrendo a Lua", primeiro álbum da artista lançado por uma gravadora.

 


Nesta quinta-feira (10/02) termina o prazo para se inscrever na primeira edição do "Entrepontos", encontro de formação para produtores independentes promovido pela Feira de Música em Fortaleza. Os participantes podem escolher entre uma das três opções de oficinas: "Produção Cultural e Gestão de Carreiras"; "Noções de Comunicação na Produção Cultural" ou "Produção de Estrutura e Técnica de Palco".

A série de oficinas faz parte das atividades que antecedem a Feira de Música, o principal evento do nordeste dedicado ao mercado musical. A edição deste ano está prevista para acontecer no segundo semestre, as inscrições para as oficinas podem ser feitas através do site www.feiradamusica.com.br

 

 

Uma pesquisa encomendada pela PRS For Music, sociedade de autores da Inglaterra, mostra que os bares que oferecem música ao vivo possuem um lucro mensal 44% maior do que os bares que não oferecem música.

A pesquisa divulgada recentemente serviu para incrementar um concurso lançado pela própria PRS com o intuito de estimular os donos de bares a oferecerem música ao vivo em seus estabelecimentos, mostrando que esta é uma das melhores maneiras de incrementar os rendimentos do negócio.

Entre os bares pesquisados que oferecem música, 80% dos gerentes disseram que se não fosse pela música ao vivo, já teriam fechado suas portas.

Veja a pesquisa completa (em inglês) aqui.

 

 

Em 2011 grandes autores da nossa música como Nelson Cavaquinho e Mário Lago comemoram seus centenários. A longevidade da obra desses autores, que permanecem no imaginário musical brasileiro, é resgatada através de relançamentos e homenagens.

Em março a Mangueira homenageará Nelson Cavaquinho com o samba enredo "O Filho Fiel, Sempre Mangueira". No mesmo mês está previsto o lançamento de uma coletânea com gravações inéditas de sua obra por vários artistas (Beth Carvalho, Alcione, Lecy Brandão, Teresa Cristina e Benito Di Paula entre eles).

Nelson começou a compor na década de 40, mas foi só a partir dos anos 60 e 70 que ganhou destaque com suas obras gravadas por Nara Leão e Beth Carvalho.

Entre suas obras mais conhecidas se destacam "Folhas Secas", "Juízo Final", "Depois da Vida" e "Luz Negra", gravada recentemente por Fernanda Takai em um disco que relembra sucessos de Nara Leão.

Mário Lago, falecido em 2002, ainda é citado como um dos primeiros "multiartistas" brasileiros. Formado em Direito na década de 30, durante os anos 40 e 50 já era conhecido por compor "Ai, que saudade da Amélia" e "Atire a primeira pedra" em parceria com Ataulfo Alves. Se filiou à UBC em 1956 e além de um grande compositor, também foi advogado, ator e poeta.

Para comemorar o seu centenário, são seus próprios filhos que estão buscando patrocínios para viabilizar um documentário, exposição, série de shows, lançamento de álbum e a reedição de três livros.

Em agosto de 1984, Mário Lago concedeu uma entrevista exclusiva ao "Boletim UBC", periódico bimestral publicado pela UBC na época. Em dezembro do mesmo ano, Nelson Cavaquinho dividiu a capa do Boletim com Cícero Nunes, confira na íntegra essas entrevistas históricas.

 

 

Uma pesquisa encomendada pela rede NBC representando o MPAA (Motion Picture Association of America) à empresa britânica Envisional mostra que 23,8% de todo o tráfico na internet corresponde à troca de materiais que violam direitos autorais.

O estudo divide as atividades em algumas categorias e assinala que 11,4% corresponde ao BitTorrent (serviço de compartilhamento de arquivos), 5,1% à sites de armazenamento como o Rapidshare e outros 0,86% a outros tipos de serviços P2P. Segundo o estudo, em um amostra de 10.000 arquivos populares no BitTorrent, apenas 2,9% são conteúdos musicais, 35,8% são pornografia, outros 35,2% são filmes comuns e 14,5% programas de TV

Para garantir que nossos comunicados cheguem em sua caixa de entrada,
adicione o e-mail comunicacao@ubc.org.br ao seu catálogo de endereços.

A UBC respeita a sua privacidade e é contra o spam na rede.
Se você não deseja mais receber nossos comunicados,
envie um e-mail informando para comunicacao@ubc.org.br.

© Todos os direitos reservados.