No

cias

Notícias

Saiba como participar de um songcamp
Publicado em: 30/01/2019

Imagem da notícia

Warner Chappell e Brabo Music Team estão analisando materiais de compositores, arranjadores e produtores interessados em integrar essas inventivas formas de criação musical; mande seu material e tente conseguir uma vaga

De São Paulo

Foto de Luís Bahú (durante o SongHubs da UBC)

A reportagem de capa da Revista UBC de fevereiro traz todos os detalhes sobre o SongHubs, primeiro songcamp correalizado pela UBC, em parceria com a sociedade de autores australiana APRA AMCOS e com a Sounds Australia, organismo de promoção internacional da música daquele país. Um songcamp, ou acampamento de produção, como se sabe, é um encontro — de preferência intensivo, sem contato com o mundo exterior — de um determinado número de compositores, arranjadores e produtores para a criação conjunta de canções. Muitas delas terminam sendo gravadas por grandes nomes de estilos variados, como pop, sertanejo ou rock, mostrando que essa forma inventiva, interativa e aberta de produção é uma das mais prolíficas. 

Na reportagem, mencionamos dois acampamentos de produção que estão sendo produzidos por aqui no Brasil e cujos organizadores estão abertos à participação de criadores que não tenham necessariamente que ver com seu entorno imediato. Um deles é o Brabo Music Team, de São Paulo, capitaneado pelos compositores, arranjadores e produtores Rodrigo Gorky, Pablo Bispo, Maffalda, Zebu e Arthur Marques. O outro, da editora Warner Chappell.

“Nós chamamos nossos camps de cativeiros de produção. Basicamente, pegamos todo mundo, trancamos num hotel ou em algo assim e passamos dias compondo juntos”, conta Gorky. “O primeiro cativeiro foi num hotel em Uberlândia (MG), que rendeu de seis a oito músicas totalmente usáveis. Duas foram para a Mulher Pepita, uma para a Cléo Pires... O segundo foi numa casa em Itatiaia (RJ), sem internet, e rendeu uma só música, mas foi 'Disk Me', da Pabllo Vittar. A terceira foi num estúdio em São Paulo, mas tinha internet demais...” 

O próximo deverá ser em abril, e a produção já começou. Gorky pede que os interessados contatem a Brabo e contem um pouco sobre o tipo de música que fazem. Material também pode ser enviado. Tudo será analisado, e, caso haja adequação entre o trabalho dos compositores, arranjadores ou produtores candidatos e o que a Brabo busca, pode haver a inclusão no time do cativeiro. Se você tem um tipo de música moderno, fora da caixa, com forte pegada pop, certamente vale tentar. Lembrando que o grupo de Gorky foi o responsável por fenômenos como Bonde do Rolê e Pabllo Vittar. 

Também em abril será o próximo songcamp da Warner Chappell, uma das principais editoras musicais do país, ligada ao grupo Warner. João Gonçalves, presidente da editora e também da Ubem, a União Brasileira de Editoras Musicais, crê que o modelo de criação em acampamentos, surgido recentemente, “veio a enriquecer o nosso objetivo, que sempre foi promover encontros entre os nossos autores e artistas, assim como entre estes e pessoas de fora do 'cast'.” 

Ele menciona alguns exemplos de músicas surgidas nos acampamentos anteriores da editora, e que já foram gravadas por artistas pop. “'No Vengas', que nasceu no camp de agosto de 2918, na Cidade do México, vai ser lançada pela Pabllo Vittar ainda este ano. 'Canciones Con Mentiras', do camp de abril, em Bogotá, foi gravada por Mike Bahia, um artista colombiano. Vale lembrar que o camp foi totalmente realizado para ele e para outra cantora de lá, a Greeicy”, ele lembra. 

Esse é o modelo preferido da Warner Chappell: acampamentos voltados para artistas específicos. João ainda não revela que intérpretes serão os "musos e musas" do camp da editora, portanto não recomendamos um tipo específico de compositor: tente mandar seu material, qualquer que seja! João apresenta o mesmo método de Gorky: entrar em contato com a editora. “De acordo com o perfil que estiver sendo buscado para determinado, temos sempre que indicar, logicamente, o que melhor se adequa, independentemente de ser nosso ou não. O mais importante é atender o objetivo do acampamento e dos artistas envolvidos”, afirma o presidente da editora.

 

VEJA MAIS: Assista aqui a um pouquinho do que foi o primeiro SongCamp da UBC.

 

 


 

 



Voltar