No

cias

Notícias

Parceiros na música e no coração
Publicado em: 12/06/2018

Imagem da notícia

Duplas que compartilham a vida e a arte ajudam a encher de ternura o nosso Dia dos Namorados

De São Paulo

Foto de Franklin Barroso

Eles compartilham o trabalho e o coração. E a experiência parece ser mais do que positiva. É o que atestam duas pesquisas, uma da Universidade de Utah, nos EUA, e outra do ISMA-BR (International Stress Management do Brasil), ambas divulgadas em fevereiro. Mas, principalmente, é o que mostram as experiências de duplas como Pitty e Daniel Weksler (ex-NX Zero), casados há quase 12 anos, ele assumiu a bateria na nova turnê e colabora no próximo disco dela; os namorados Gus e Vic, que formam uma dupla afinadíssima e foram tema de reportagem recente aqui no siteMallu Magalhães e Marcelo Camelo, mulher e marido que compartilham muitas composições e projetos; Sandy e Lucas Lima; ou Renata Lira e Alexandre Lira (foto), igualmente mulher e marido e cara e alma do projeto Flor de Aruanda.

Isso só para ficar em exemplos recentes, porque as históricas duplas afetivas que transbordaram o ambiente musical onde surgiram mais do que abundam, e lembrar-nos delas ajuda a encher de ternura o nosso Dia dos Namorados. 

No pop brasileiro, foram pioneiros Rita Lee e Arnaldo Baptista, dois dos cérebros por trás d'Os Mutantes. A relação intensa e, por vezes, tumultuosa dos dois se refletia no som potente, cheio de nuances e para lá de original que esta banda pioneira do rock nacional imprimiu no imaginário coletivo (hoje, Rita é casada com seu grande parceiro de vida e criação, Roberto de Carvalho). Mas aquela antiga relação juvenil era algo como uma versão prévia — e brasileira — do casal mais mítico do rock alternativo mundial, Kurt Cobain e Courtney Love, que, se não chegaram a integrar a mesma banda, teriam colaborado mutuamente em diversas ocasiões, como, dizem teorias conspiratórias, em várias faixas do álbum “Live Through This”, da banda Hole, de Courtney — oficialmente assinadas por ela. Um fruto incontestável da rápida e controversa relação dos dois é a filha, Frances Bean Cobain, hoje artista visual. 

Também lá fora, foi inesquecível a parceria entre Yoko Ono e John Lennon, igualmente controversa porque, para muitos fãs críticos da artista de origem japonesa, foi ela a grande responsável pelo fim dos Beatles. O amor dos dois falou mais forte e se materializou em cinco álbuns de estúdio e várias compilações, alguns deles tidos pela crítica internacional como grandes, como “Double Fantasy”, lançado poucos meses antes do assassinato de John.

No pop gringo contemporâneo, longe de brigas, intrigas, despeito dos fãs ou teorias conspiratórias, reinam, incontestes, Beyoncé e Jay-Z. Parceiros num sem-número de projetos dela, os dois criam e produzem juntos, e atribui-se ao organizado, visionário e incansável Jay-Z grande parte do sucesso da amada, a quem produz e empresaria.

Guardadas as proporções, é esse tipo de sintonia total que buscam por aqui Gus e Vic ou Renata e Alexandre Lira (do projeto Flor de Aruanda). Para os dois primeiros, que se conheceram num karaokê, numa noite de diversão com amigos, enveredar pelas canções de amor e a criação em conjunto foi uma consequência natural da afinidade musical e afetiva prontamente descoberta.

Não era para menos. Segundo o estudo brasileiro sobre a felicidade dos casais que compartilham também a profissão, marido e mulher (ou marido e marido ou mulher e mulher) que criam juntos conseguem entender melhor as angústias vividas no dia a dia, assim como a carga horária, os horários estranhos e atípicos (no caso de músicos e artistas em geral) e outras peculiaridades da vida profissional.

Renata Lira corrobora a tese. "Às vezes é difícil estabelecer os limites (entre vida pessoal e profissional), mas a gente consegue", afirma a artista, que lança com o compositor, baixista e marido Alexandre, hoje, a canção "Eu, Você e o Mar", composta pelo dois e mais uma aposta deles na renovação do sentimento que os move em todos os âmbitos das suas vidas: o amor. 

VEJA MAIS: Alexandre e Renata tocam "Eu, Você e o Mar"

 


 

 



Voltar