No

cias

Notícias

Distribuição de valores extras de Record e YouTube esta semana
Publicado em: 24/07/2018

Imagem da notícia

No caso do serviço de streaming, o montante se refere ao acordo fechado no ano passado, pelo qual a plataforma passou a reconhecer o caráter de execução pública das músicas que seus usuários sobem

Do Rio

Duas distribuições extras, esta semana, reforçarão os ganhos de inúmeros titulares de direitos de autor. Os montantes se referem a um pagamento realizado pela TV Record e ao acordo fechado entre o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) e o YouTube, que, desde o fim do ano passado, passou a reconhecer o caráter de execução pública dos vídeos subidos por seus usuários à plataforma.

No caso da Record, o montante alcança R$ 3,84 milhões e corresponde a um complemento das mensalidades do período de julho de 2013 a junho de 2014. Os valores, que estavam em atraso, foram liquidados até o último mês de junho, razão pela qual serão distribuídos agora.

No caso do YouTube, os recursos se referem ao período de dezembro de 2012 a setembro de 2017. Foram nada menos que 237 bilhões de execuções, com uma boa taxa de identificação (mais de 78% das execuções) de músicas, que totalizam um milhão de títulos, beneficiando mais de 195 mil titulares.

“Os direitos autorais no streaming buscam se consolidar no mundo todo. Os valores pagos ainda são pouco expressivos e divididos entre milhares de músicas. Com a união e parceria de todos os agentes envolvidos, trabalharemos para manter a música viva”, afirma o Ecad em comunicado. 

Fique ligado: nesta quarta-feira, o site da UBC publicará uma reportagem com mais detalhes para você entender a distribuição de músicas executadas em plataformas de streaming, um setor em franco crescimento que, com o ganho de escala, poderá se tornar uma importante fonte de ganhos para os autores nos próximos anos. 


 

 



Voltar