No

cias

Notícias

Chico, Anitta, Pabllo Vittar, Hamilton de Holanda e Mundo Bita indicados ao Grammy Latino
Publicado em: 20/09/2018

Imagem da notícia

Nomes da UBC são destaques nas categorias principais e também nas exclusivas da língua portuguesa; cerimônia de premiação será em 15 de novembro

De São Paulo

A Academia Latina de Gravação, que entrega anualmente os prestigiosos prêmios aos melhores da música latina, anunciou há pouco os indicados deste ano em suas quase 50 categorias. Chico Buarque (foto), Hamilton de Holanda, Anitta, Pabllo Vittar, Mundo Bita e Anaadi estão entre os associados da UBC finalistas nas categorias principais. Outros inúmeros filiados à nossa sociedade aparecem nas categorias exclusivas da música em língua portuguesa. Eles disputarão as estatuetas no próximo dia 15 de novembro, numa cerimônia em Las Vegas (EUA), uma noite que marcará a 19ª edição do Grammy Latino.

Dois dias antes, o vencedor do Prêmio UBC deste ano, Erasmo Carlos, será um dos sete homenageados com o troféu Excelência Musical, um reconhecimento a toda a sua carreira. Os outros, que receberão suas distinções numa cerimônia no hotel Four Seasons, também em Las Vegas, são opianista Chucho Valdés (Cuba), a cantora Yuri (México) e os cantores Dyango (Espanha), Andy Montañez (Porto Rico), José María Napoleón (México) e Wilfrido Vargas (República Dominicana).

“Ao saber que meu nome fora escolhido me senti 'O artista mais importante do mundo'... É claro que minha humildade contestou, mas acabou agradecida e concordando... Afinal era o Grammy que estava dizendo”, brincou Erasmo após o anúncio. 

LEIA MAIS: Clique e confira a lista completa de indicados nas 49 categorias do Grammy Latino 2018

Nas categorias competitivas gerais deste ano (ou seja, que misturam artistas brasileiros e do resto dos países ibero-americanos), Chico Buarque disputa o prêmio de melhor álbum por “Caravanas”. Ele concorre com astros da música hispânica, como Jorge Drexler (pelo álbum “Salvavidas de Hielo”) e Luis Miguel (com ¡México Por Siempre!), além de talentos emergentes do mundo latino e espanhol, como o colombiano J Balvin — líder no cômputo total de indicações, com oito —, Pablo Alborán e David Aguilar. 

A gaúcha Anaadi concorre em três categorias com seu disco de estreia, "Noturno", e também na categoria Artista Revelação, ao lado de outros nomes latino-americanos. Também numa categoria principal, a de Gravação do Ano, disputa o troféu sua canção "É Fake (Homem Barato)".

Anitta concorre na categoria de melhor canção urbana por “Downtown”, sucesso em parceria com J Balvin, e também na categoria de melhor fusão/interpretação urbana com “Sua Cara”, hit que divide, entre outros, com a associada Pabllo Vittar. Não será uma disputa fácil. Outro dos concorrentes na categoria é o megassucesso “Malamente”, um flamenco contemporâneo eletrônico que virou hit no verão europeu na voz da estrela espanhola Rosalía — segunda com mais indicações totais, cinco. 

Além do trio de Hamilton de Holanda, concorrem na categoria de álbum instrumental outros brasileiros: Yamandu Costa, Airto Moreira e Hermeto Pascoal & Grupo. 

E, na categoria infantil geral, Mundo Bita disputa o troféu de melhor álbum com “Bita e a Natureza”. 

Entre as categorias brasileiras, são destaques absolutos associados como Erasmo Carlos, Anaadi, Iza e Ana Vilela (melhor álbum pop contemporâneo), Kassin, Lenine, Rubel (melhor álbum de rock ou música alternativa), Thiaguinho, Ferrugem, Diogo Nogueira e Maria Rita (melhor álbum de samba/pagode) ou João Bosco e Chico Buarque (melhor álbum de MPB), além de Pedro Baby, Pretinho da Serrinha, Tribalistas, Nanda Costa, Lan Lahn, Chico Buarque e Erasmo Carlos (melhor canção). 

Fique ligado no nosso site e nas nossas redes sociais e conheça em primeira mão novidades sobre os associados indicados, além do resultado da premiação, no próximo dia 15 de novembro.
 


 


 

 



Voltar