No

cias

Notícias

Diretor-geral da UBC é o novo presidente do Conselho Administrativo da Cisac
Publicado em: 01/06/2019

Marcelo Castello Branco é o primeiro brasileiro a ocupar o cargo na entidade, que congrega 239 sociedades de 122 países

De Tóquio*

Diretor Geral da Cisac Gadi Oron, Vice-Chair Patrick Raude (SACD), Chair Marcelo Castello Branco (UBC) and Vice-Chair Asaishi Michio (JASRAC) with outgoing Board Chair Eric Baptiste (SOCAN). Photo ©: JASRAC

Diretor Geral da Cisac Gadi Oron, Vice-presidente Patrick Raude (SACD), Presidente Marcelo Castello Branco (UBC) e Vice-presidente Asaishi Michio (JASRAC) com o ex-presidente Eric Baptiste (SOCAN). Foto ©: JASRAC

O diretor-executivo da UBC, Marcelo Castello Branco, é o novo presidente do Conselho Administrativo da Confederação Internacional das Sociedades de Autores e Compositores (Cisac). Eleito por unanimidade esta quarta-feira (30), durante a Assembleia Geral da entidade em Tóquio, ele é o primeiro executivo brasileiro no cargo, ocupado nos últimos cinco anos pelo canadense Eric Baptiste, diretor-executivo da canadense Socan. 

O Conselho Administrativo é o órgão da Cisac responsável pelas decisões estratégicas e administrativas da confederação, que completa 93 anos em 2019 e congrega 239 sociedades de gestão coletiva de 122 países. O mandato dos integrantes é de três anos. 

Além de Castello Branco, foram eleitos outros 19 membros de diferentes sociedades, representando diretamente nações tão variadas como México e Argélia, Coreia do Sul e Estados Unidos, África do Sul e Suécia. Os dois vice-presidentes eleitos são Asaishi Michio, da japonesa Jasrac, e Patrick Raude, da francesa SACD. 

A UBC é a primeira associação brasileira no posto máximo do conselho. 

“Me sinto humildemente honrado pela escolha unânime do conselho e motivado para o enorme desafio que representa substituir Eric Baptiste na defesa do direito de autor num mundo cada vez mais vertiginoso e multicultural”, disse o novo presidente.

Em discursos durante a assembleia geral - que, ao ser sediada em Tóquio, foi organizada pela Jasrac -, o presidente da Cisac, Jean-Michel Jarre, e o seu diretor-geral, Gadi Oron, elogiaram o agora ex-presidente Batiste. “Seu conhecimento profundo e sua experiência no nosso setor tiveram um papel importante no sucesso das operações da Cisac”, resumiu Oron. 

A abertura do evento ficou a cargo do primeiro-ministro japonês, Abe Shinzo, que ressaltou a importância da proteção aos direitos dos criadores no Japão e no mundo.

O mandato do novo conselho começa imediatamente e vai até 2022.

Em breve, aqui no site, uma entrevista com Marcelo Castello Branco sobre os desafios da Cisac na defesa dos direitos autorais e dos criadores numa indústria musical crescentemente dinâmica. 

*Com informações da Cisac


 

 



Voltar