No

cias

Notícias

Duelo de gigantes: Amazon Music e Apple Music divulgam transmissão de áudios em alta definição para assinantes
Publicado em 18/05/2021

Imagem da notícia

Spotify e outras plataformas de streaming global também estão na disputa para revolucionar a forma de escutar música

Do Rio

Dois dos maiores streamings de música do mundo anunciaram a nova ferramenta de áudio HD que promete uma nova experiência com áudios de alta qualidade. Em ambas plataformas, a ferramenta vai estar disponível para assinantes sem que haja custo adicional. Os lançamentos de Amazon Music e Apple Music foram anunciados formalmente nesta manhã.

AMAZON MUSIC

A Amazon comunicou que o seu recurso de áudio HD vai trazer mais de 70 milhões de músicas em alta definição, "com uma profundidade de 16 bits e uma taxa de amostragem de 44,1 kHz (qualidade de CD)." Mas o serviço não termina por aí: a plataforma também vai oferecer cerca de sete milhões de faixas com qualidade ultra HD, que é "melhor do que a qualidade de um CD" e vem "com uma profundidade de 24 bits e uma taxa de amostragem de até 192 kHz".

De acordo com a empresa, desde o começo da exportação do formato de áudio ultra HD dentro da plataforma em 2019, mais de cinco milhões de faixas foram adicionadas. O número de músicas remixadas neste formato 3D também tem crescido significativamente. A artista norte-americana Taylor Swift, por exemplo, teve as 16 faixas do álbum "Folklore" inseridas neste padrão. 

A empresa também afirmou que os ouvintes podem sentir essas mixagens 3D ao ouvir no alto-falante inteligente de alta fidelidade da Amazon, Echo Studio. As músicas no 360RA também podem ser transmitidas via Amazon Music HD em alto-falantes RA5000 e RA3000 da Sony usando Alexa Cast.

O upgrade gratuito para Amazon Music HD ainda é restrito para assinantes dos EUA, Canadá, Reino Unido, Espanha, Itália, França e Alemanha.

APPLE MUSIC

Já a Apple Music “está trazendo qualidade de som líder da indústria para assinantes com a adição de Áudio Espacial com suporte para Dolby Atmos” a partir do próximo mês. Este recurso possibilita experiências multidimensionais, em que os artistas podem mixar músicas que o som venha de todos os lugares. O formato torna a experiência dos ouvintes mais envolvente e clara.

“Ouvir uma música em Dolby Atmos é como mágica. A música vem de tudo ao seu redor e soa incrível. Agora, estamos trazendo esta experiência verdadeiramente inovadora e envolvente para nossos ouvintes com músicas de seus artistas favoritos como J Balvin, Gustavo Dudamel, Ariana Grande, Maroon 5, Kacey Musgraves, The Weeknd e muitos mais. Os assinantes também poderão ouvir suas músicas na mais alta qualidade de áudio com Lossless Audio. A Apple Music como a conhecemos está prestes a mudar para sempre”, disse Oliver Schusser, vice-presidente da Apple Music and Beats.

A plataforma também anunciou que pretende trabalhar com artistas e gravadoras para estimular que novos lançamentos e as melhores faixas do catálogo estejam disponíveis no formato Áudio Espacial. Dentre as iniciativas para impulsionar o uso do recurso, estão: dobrar o número de estúdios habilitados para Dolby nos principais mercados, oferecer programas educacionais e fornecer recursos para artistas independentes.

A biblioteca HD da Apple Music disponível para assinantes conta com mais de 75 milhões de músicas. Em termos de áudio sem perdas, a Apple usa “ALAC (Apple Lossless Audio Codec) para preservar cada bit do arquivo de áudio original” e assegura que os ouvintes escutam exatamente a mesma coisa que os artistas criaram no estúdio.

PERSPECTIVA DE MUDANÇA NO MUNDO DOS STREAMINGS

No final de fevereiro, o Spotify também anunciou seu serviço de áudio com qualidade HD e sem perdas. O recurso, nomeado como Spotify Hi-Fi, será lançado até o final deste ano. 

Mas, Spotify, Apple Music e Amazon Music não são pioneiros com a ferramenta de alta definição. Em 2017, o Tidal foi o primeiro serviço de streaming global a fazê-lo. Por alguma razão, as plataformas estão evoluindo o produto agora e todas prometem uma experiência revolucionária na forma de escutar áudio. 

 


 

 



Voltar