No

cias

Notícias

Caetano e Tom Veloso levam Gravação do Ano no Grammy Latino
Publicado em 19/11/2021

Prêmio vai para o single 'Talvez', composto por Tom e por Cézar Mendes, com produção de Mario Adnet

Do Rio

Caetano e Tom. Foto: reprodução Twitter Caetano Veloso

Um dos prêmios mais nobres da edição 2021 do Grammy Latino foi para um dos mais importantes artistas da música em atividade no mundo. Caetano Veloso levou o troféu de Gravação do Ano por "Talvez", composta por Cézar Mendes e por seu filho Tom Veloso, que divide a interpretação com o pai. O single, uma bossa nova que exalta o amor, foi apresentado pela primeira vez na live que Caetano fez para celebrar seu aniversário de 78 anos, em agosto do ano passado. Depois, foi lançado numa gravação impecável com produção e arranjo de Mario Adnet, engenharia de som de Lucas Nunes e Lucas Ariel e mixagem e masterização de Daniel Carvalho.

"Talvez" era a única faixa em português indicada na categoria este ano. Caetano e Tom superaram nomes de sucesso da canção em espanhol, como Pablo Alborán, Rauw Alejandro, Marc Anthony, Paula Arenas, Andrés Calamaro & Julio Iglesias, Camilo, Diamente Eléctrico, Ricardo Montaner, Mau y Ricky & Evaluna Montaner, Ricardo Montaner & Juan Luis Guerra, e C. Tangana & Omar Apollo.

OUÇA MAIS: O single 'Talvez'

Vencedor de 13 Grammy Latino, Caetano Veloso nunca havia ganhado um troféu de Gravação do Ano antes. Num comunicado, o Grammy internacional exaltou a carreira do cantor, compositor e instrumentista baiano. "A lenda brasileira recrutou seu filho de 24 anos para 'Talvez', uma encantadora canção de amor com alcance multigeracional", diz um trecho. 

Em bom castelhano, Caetano usou suas redes sociais para publicar um vídeo agradecendo à Academia Latina da Gravação pela honraria: "Queria dizer obrigado, Latin Grammy. Sim, estou muito contente que a canção do meu filho Tom, escrita com o meu amigo Cézar Mendes, da minha cidade, e gravada por mim e por Tom, tenha ganhado como melhor gravação do ano. Estou muito contente por eles e por mim também", afirmou.

O maior vencedor da noite foi o colombiano Camilo, que levou 4 das 10 estatuetas às quais estava indicado, entre elas Melhor Álbum Vocal Pop Contemporâneo e Melhor Canção Pop. Entre as categorias em língua portuguesa, associados como Paulinho da Viola, Ivete Sangalo, Anavitória e Zeca Baleiro foram os vencedores dos troféus que disputavam. 

LEIA MAIS: A lista completa de premiados da noite


 

 



Voltar