No

cias

Notícias

João Bosco será homenageado pela Academia Latina de Gravação com o prêmio à excelência musical
Publicado em: 13/09/2017

A Academia homenageará ainda os artistas Lucecita Benítez, Ilan Chester, Víctor Heredia, Loes Del Río, Guadalupe Pineda e Cuco Valoy com o prêmio à excelência musical. Lalo Schifrin e Jon Fausty receberão o prêmio da junta diretiva
 
De MIAMI, Flórida

A Academia Latina da Gravação® anunciou hoje os ganhadores do Prêmio à Excelência Musical da 18ª Entrega Anual do Latin GRAMMY®.  João Bosco é o único brasileiro na premiação especial em homenagem ao conjunto de sua obra, ao lado da cantora porto-riquenha Lucecita Benítez, do músico venezuelano Ilan Chester, do compositor e cantor argentino Victor Heredia, da dupla espanhola Los Del Río (Antonio Romero Monge e Rafael Ruiz Perdigones), da cantora mexicana Guadalupe Pineda e do cantor e compositor dominicano Cuco Valoy.

João Bosco. Crédito da foto: Flora Pimentel

O argentino mestre das trilhas sonoras Lalo Schifrin e o produtor e engenheiro de som  Jon Fausty receberão o Prêmio da Junta Diretiva este ano. Os agraciados com os Prêmios à Excelência Musical e da Junta Diretiva serão homenageados durante uma cerimônia privada que acontecerá no Four Seasons Hotel, em Las Vegas, em 15 de novembro, como parte da semana da 18ª Entrega Anual do Latin GRAMMY®.
 
"Estamos orgulhosos em homenagear um grupo tão diversificado de artistas internacionalmente aclamados com os Prêmios à Excelência Musical e da Junta Diretiva deste ano", disse Gabriel Abaroa Jr., presidente/CEO da Academia Latina da Gravação. "Nossa categoria de 2017 representa uma grande variedade de artistas que, juntos, contribuíram para moldar os ritmos icônicos e a poesia da música latina ao longo da história. Cada ganhador é uma inspiração para nossa cultura, além de inspiração para a música moderna e contemporânea."
 
O anúncio da indicação de João Bosco ao Prêmio à Excelência Musical 2017 precede o lançamento do 27 álbum de sua carreira,  que vai se chamar “Mano que zuera” e chega 8 anos depois de seu ultimo projeto de inéditas, “Não vou pro céu, mas já vivo no chão”. Tendo consagrado um estilo inconfundível como compositor e intérprete de suas canções, dono de uma divisão rítmica vigorosa, Bosco mistura influências de sua herança moura a bossa nova, ao samba, ao jazz  e aos ritmos africanos. Ganhador do Grammy Latino, João Bosco já recebeu oito indicações para o Grammy Latino."É muito bom saber que a maneira como atravessamos todos esses anos — e muitas vezes o fizemos no escuro — é iluminada por um raio de luz que nos revela e nos enche de orgulho e gratidão", declarou Bosco sobre a premiação. “Há um grande número de gêneros musicais nesse universo hispano-americano, ou na América Latina ou ainda na música de sonoridade de língua espanhola. Eu me lembro que desde criança fui criado em meio a esse sonido e penso que  o  Grammy Latino tem essa função de perpetuar esse traço de união, reforçá-lo  de tal forma que sempre que nos encontrarmos nos sentiremos Hermanos. Obrigado por essa distinção e honra”, concluiu.
 
Lucecita Benítez começou sua carreira como uma jovem estrela porto-riquenha, mas a descoberta da nova trova e sua interpretação elegante de boleros clássicos, colocaram Lucecita no coração de tudo o que é soul em música latina. A fama internacional chegou em 1969, quando ganhou o primeiro prêmio no Festival da Canção Latina do México. No ano seguinte esteve no "The Ed Sullivan Show" .
 
Cantor, compositor e músico de múltiplos talentos, Ilan Chester cresceu ouvindo o folk venezuelano, os formatos de dança afro-caribenha, o rock progressivo britânico e o R&B americano, que desempenhariam uma influência em sua própria música. Ele recebeu um Latin GRAMMY de Melhor Álbum Folk por Tesoros De La Música Venezolana de 2010.
 
Nascido em Buenos Aires, em 1947, Victor Heredia lançou em 1986, ele lançou seu trabalho mais ambicioso, Taki Ungüi, um álbum conceitual sobre a conquista das Américas do ponto de vista do povo indígena derrotado. Agora, um mestre consagrado da música latina, Heredia é celebrado como uma lenda viva.
 
Antonio Romero Monge e Rafael Ruiz Perdigones formam a dupla Los Del Río, que iniciou uma carreira de sucesso na música pop flamenca nas décadas de 1970 e 1980. O auge veio com o sucesso "Macarena", música que vendeu milhões de cópias em todo o mundo, ficando no topo da Billboard Hot 100 por 14 semanas consecutivas e lançando uma febre da dança que ainda é lembrada em todo o mundo.
 
Poucos artistas no vasto cenário da música mexicana conseguiram fazer sucesso em diversos gêneros e idiomas, vender milhões de discos e manter sua identidade artística. Guadalupe Pineda é uma delas,  tendo gravado 30 álbuns dedicados ao mariachi,  bolero, às árias de óperas e a clássicos do pop francês. Levou a uma indicação a um Latin GRAMMY por Melhor Longa Metragem Musical. Pineda continua a gravar, com o lançamento de um novo álbum programado para 2018.

Um dos artistas mais versáteis da música tropical, Cuco Valo é um verdadeiro mestre dos ritmos afro-caribenhos, Valoy continua a se apresentar e receber reconhecimento e prêmios em todo o mundo.
 
Os Prêmios à Excelência Musical são destinados a artistas que fizeram contribuições sem precedentes de destaque artístico significativo para a música latina e a comunidade latina. Os Prêmios da Junta Diretiva são dados a indivíduos que fizeram contribuições significativas, excluindo interpretações, para a música latina durante suas carreiras. Os ganhadores de ambas as categorias são escolhidos por votação unânime pelos membros da Junta Diretiva da Academia de Latina da Gravação.
 
A 18.a Entrega Anual do Latin GRAMMY® será transmitida ao vivo da MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, dia 16 de novembro, das 20h às 23h (Horário da costa leste dos EUA), pela Univision.

 

 



Voltar