No

cias

Notícias

Coronavírus: #JuntosPelaMúsica, da UBC, reúne ações de ajuda a artistas
Publicado em: 28/05/2020

Em atenção à pandemia do novo coronavírus, lançamos a iniciativa #JuntosPela Música, que reúne ações, editais e projetos de ajuda — de governos e empresas — à classe artística neste momento de grande impacto econômico decorrente da pandemia de Covid-19. Também damos dicas para se informar, manter a positividade e criar melhor. Confira abaixo!

 

Internamente, antes de mais nada, decidimos tomar algumas medidas para evitar a evolução dos casos de infecção e proteger nossos associados e profissionais. 

A UBC está funcionando somente em formato remoto, e nossos profissionais estão trabalhando de casa com o objetivo de proteger a saúde de toda a comunidade. Aqueles associados que ainda recebem pagamento no balcão, por favor, entrem em contato conosco para tentarmos uma solução alternativa. Nosso atendimento está em funcionamento online no horário comercial. Veja aqui nossos e-mails de atendimento. Pedimos desculpas aos associados afetados por estas mudanças.

 

“Nossa prioridade é conciliar a operacionalidade da UBC, respeitando a saúde de nossos profissionais e titulares. Todos os nossos canais de contato, site, portal e redes sociais permanecem ativos e abertos. O calendário de distribuição segue inalterado e nossas rotinas vão seguir dentro da maior normalidade possível frente a este quadro sem precedentes. A música nunca foi tão necessária para amenizar tempos difíceis e contamos mais do que nunca com ela para superarmos este momento crítico global.”

Marcelo Castello Branco - CEO 

 


ALGUMAS DICAS PARA COMEÇAR A SEGUIR HOJE!

 

#FIQUE EM CASA#

 

→ Mantenha-se informado e seguro 

Busque informações em fontes confiáveis como o site do Ministério da Saúde: https://saude.gov.br/

Caso tenha algum sintoma, baixe o aplicativo do Coronavírus - SUS antes de ir para um hospital:

 

→ Mantenha contato com amigos, parentes, parceiros, fãs... 

Caso precise de ajuda entre em contato com a CVV: https://www.cvv.org.br/

 

→ Mantenha-se calmo e confiante. 

 

→ Escute a sua música favorita no replay e cante-a bem alto!


 

Nada substitui a emoção das experiências ao vivo e este período de turbulência vai passar. O momento agora é de fortalecer quem está sendo impactado. Compositores, artistas, público, produtores, editores, associações, fornecedores e fãs devem estar mais unidos do que nunca.


 

Nossa proposta é conectar a força de todos que querem ajudar com os criadores musicais. Eles precisam urgentemente de ajuda. Por isso, a UBC em parceria com o Spotify está abrindo o fundo Juntos Pela Música, com o objetivo de defender e dar suporte à sua comunidade.

O fundo Juntos Pela Música é uma iniciativa da UBC em parceria com o Spotify.

Com um aporte de R$ 500 mil e um sistema de matchfunding garantido pelo Spotify, o fundo já começa com valor inicial de R$ 1 milhão para ser investido nessa ação. 
Agora temos a possibilidade de receber doações e aumentar ainda mais o valor desse fundo e o impacto dessa ação.

Para cada R$ 1 doado, o Spotify também doará R$ 1 até o limite do seu programa global de ajudas do gênero.

A gestão do fundo será realizada pela UBC.

Faça parte desse movimento! Com o seu apoio, podemos impactar a vida dos nossos  artistas, músicos e compositores com uma necessária ajuda humanitária. Clique aqui para fazer a sua doação!


 

 

⇒ ALTERAÇÕES DE REGRAS PARA MELHORAR AS DISTRIBUIÇÕES E ANTECIPAÇÃO DA DISTRIBUIÇÃO DE ALGUMAS RUBRICAS

Rubrica de shows

Distribuição de shows sem roteiro até 2019:

- 50% do valor deve ser pago em junho/20 para os shows distribuídos de 2014 a 2016.

- 50% do valor deve ser pago em setembro/20 para os shows distribuídos de 2017 a 2019

 

Antecipação de Prescrito

Adiantar o repasse das rubricas da antecipação para:

- 50% do valor deve ser pago em setembro/20 

- 50% do valor restante deve ser pago em dezembro/20

 

EXTRA de cinema 

A distribuição de março/21 será adiantada para dezembro/20

⇒ ANTECIPAÇÃO EXTRA

O calendário de pagamento dos direitos autorais de execução pública é apresentado na forma de rubricas, que são as fontes pagadoras. Os valores mais altos, recebidos de emissoras de rádio e TV aberta, são concentrados nas distribuições trimestrais, realizadas nos meses de janeiro, abril, julho e outubro. Isso faz com que os valores recebidos por alguns titulares nesses meses sejam bem maiores do que os valores recebidos em outros meses.

Para amenizar a variação no recebimento mensal dos titulares contemplados regularmente, é feita uma antecipação de pagamento nos meses que intercalam a distribuição trimestral. Essa prática foi criada há algumas décadas, quando o Brasil enfrentava um período de inflação muito alta, e se mantém até hoje.

 

Para amenizar os impactos da crise gerada pela COVID-19, realizamos em março uma antecipação extra do pagamento trimestral. Ela será identificada no extrato como 'ANTECIPAÇÃO DE CRÉDITOS EXTRA CORONAVÍRUS' e descontada da seguinte forma: 50% em abril e 50% em julho.

 

Clique aqui para entender melhor esse cálculo

 

UBC e outros representantes da indústria da música pedem ao governo medidas em prol do setor musical. Em sua carta, expressam preocupação com os impactos negativos que o setor cultural já está sofrendo com a pandemia do coronavírus no Brasil e solicitam medidas que poderão ajudar a compensar àqueles que fazem parte da cadeia produtiva da música, como artistas, compositores, intérpretes, produtores fonográficos, editoras e outros.

Veja aqui a CARTA que foi enviada para o ministério da cultura  

 

⇒  ADIANTAMENTO 

Iniciativa para ajudar artistas que estão em situações financeiras complicadas nesse período de crise. Veja se você se encaixa no perfil para conseguir esse adiantamento:

 

- Titulares com rendimento médio anual entre R$ 500 e R$ 12 mil nos últimos três anos

Vaor a ser recebido: R$ 600 = 3 (parcelas) x R$ 200

Data de pagamento: Calendário de distribuição de abril, maio e junho

 

- Titulares com rendimento médio anual entre R$ 12 mil e R$ 36 mil nos últimos três anos

Valor a ser recebido: R$ 900 = 3 (parcelas) x R$ 300

Data de pagamento: Calendário de distribuição de abril, maio e junho

 

Os valores adiantados serão descontados posteriormente, 60 dias após o anúncio final de calamidade pública, em até 12 parcelas iguais e sem juros e sem juros. 

Em caso de dúvida, entre em contato com a sua associação.

 

Veja mais detalhes sobre o adiantamento clicando aqui

 

⇒ FERRAMENTAS UBC

Confira aqui as dicas para colocar em dia o seu Portal do Associado

  • Atualize os seus dados de contato 
  • Cadastre o seu repertório de obras e fonogramas na UBC 
  • Verifique se há créditos retidos

 

⇒ CONSULTORIA 

A música não pode parar e a sua busca por conhecimento também não! Pensando nisso, a UBC, com intuito de ajudar a comunidade, irá proporcionar uma consultoria online, gratuita e exclusiva para associados com Marisa Gandelman, advogada especialista em direitos da indústria do entretenimento e ex-CEO da associação. Os encontros acontecerão no mês de abril e terão duração de 1h. Vagas limitadas. Aproveitem!

Para agenda acesse o link ubc.vc/consultoria.

E mais: você que trabalha no mercado da música e tem interesse em se voluntariar para prestar algum serviço à comunidade, envie um email para comunicacao@ubc.org.br contando mais sobre o seu projeto.

 

⇒ UMA LISTA DE EDITAIS ABERTOS PARA AJUDAR O SETOR CULTURAL

Governos estaduais e municipais e empresas se unem para tentar ajudar a classe artística, seriamente afetada pela pandemia de coronavírus — e, assim, injetar gás na própria economia. Só no Brasil, um estudo da Fundação Getúlio Vargas prevê, no pior cenário, uma queda de 4,4% no PIB este ano por conta da severa desaceleração da atividade produtiva nos próximos meses. O mercado global de shows, avaliam analistas internacionais, deve ter um prejuízo de, no mínimo, US$ 5 bilhões nos próximos meses. Muitos músicos e outros profissionais da indústria já estão sem trabalho.

Por isso, a UBC reúne aqui neste espaço editais de financiamento extraordinários, descontos em impostos e outras iniciativas às quais você, compositor e músico, pode recorrer. Ao longo dos dias, atualizaremos com mais dicas. Se você souber de algum tipo de ajuda para a classe artística e quiser colaborar, por favor, compartilhe conosco por e-mail: comunicacao@ubc.org.br

REGIÃO SUDESTE

  • SÃO PAULO: O governo do estado anunciou uma linha de financiamento de R$ 500 milhões para empresas com sede no estado, R$ 275 milhões para cultura, turismo e comércio. Quem é dono de empresas relacionadas a esses setores pode solicitar o crédito subsidiado, com juros mais baixos. A solicitação deve ser feita na página do projeto Desenvolve SP
  • SÃO PAULO: Um programa específico para o setor cultural oferece microcréditos de R$ 200 a R$ 20 mil via Banco do Povo. A dotação é de R$ 25 milhões, os juros são de 0,35% ao mês, com 90 dias de carência e até 36 meses para pagar. O requisito é ser um empreendedor da cultura baseado no Estado de São Paulo. Mais informações e o formulário de inscrição, na página da secretaria de cultura. 
  • MINAS GERAIS: A Secretaria de Cultura anunciou o lançamento, na primeira semana de junho, de uma série de editais e iniciativas para auxiliar e financiar artistas de várias áreas. Um deles é um edital emergencial que pagará R$ 2,5 mil por live de artistas do estado selecionados. Podem se inscrever artistas da música, do circo, do artesenato, da dança e de outras manifestações. O total a ser destinado pelo estado para o projeto é de R$ 2,5 milhões. Mais informações na página oficial da Secretaria de Cultura e Turismo de Minas
  • MINAS GERAIS: O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) lançou um edital para o setor cultural que dará R$ 1 mil a 20 projetos de aulas, master classes, lives e outros formatos com conteúdos informativos e educativos que ajudem artistas a criar e capacitar-se. Na página do projeto cultural do banco, saiba mais e inscreva-se. Atenção: o prazo máximo é 8 de abril. 
  • NITERÓI, RJ: A prefeitura da cidade fluminense lançou um edital para remunerar com R$ 1,5 mil os artistas selecionados para participar do projeto Arte na Rede. Nascidos ou residentes em Niterói podem participar, e as manifestações artísticas contempladas — que terão transmissão ao vivo pelas redes sociais oficiais do município — não têm limites ou barreiras: música, audiovisual, dança, contação de histórias e o que mais a imaginação permitir. Confira o edital e o formulário de inscrição
  • RIO DE JANEIRO: Uma medida do presidente da Assembleia Legistlativa (Alerj) publicada no "Diário Oficial" do estado, na última segunda, não contempla apenas os artistas, mas vem muito a calhar nestes tempos de incertezas econômicas: proíbe-se a suspensão de serviços básicos como luz, água ou comunicações por 90 dias, em território fluminense, em caso de falta de pagamento. 
  • RIO DE JANEIRO: A rede Sesc no estado se compreteu a pagar aos artistas participantes de seus editais os valores anteriormente pactados independentemente da entrega ou não dos projetos patrocinados. Além disso, o Sesc-RJ e a Fecomércio-RJ anunciaram um "possível" edital para patrocinar projetos de lives e outras iniciativas de financiamento da classe artística. Não foi anunciada uma data para a publicação da convocatória.
  • RIO DE JANEIRO: O governo oferece microcréditos a empreendedores de diversas áreas, não somente culturais, num programa emergencial de R$ 320 milhões, com até 24 meses de carência para iniciar o pagamento e taxas abaixo do mercado. Mais informações: (21) 99011-2657 (pelo WhatsApp, de segunda a sexta, em horário comercial) e microcredito@agerio.com.br.
  • ESPÍRITO SANTO: A Secretaria da Cultura do estado lançou um edital que contemplará 300 selecionados com R$ 1,2 mil. Podem participar artistas do estado em diversas categorias, para apresentações online e presenciais (quanto termine o estado de emergência). Mais informações e inscrições em https://www.facebook.com/SecultES/. 

REGIÃO SUL

  • RIO GRANDE DO SUL: A Secretaria de Cultura do estado publicou uma resolução que autoriza adequações nos projetos já em financiamento (são 192, que receberam R$ 30 milhões) para arcar com cancelamentos ou viabilizá-los em outros formatos, além de suspender os prazos de execução para os que optarem por aguardar a volta à normalidade. Além disso, deve liberar R$ 10 milhões (e, via incentivo fiscal, até R$ 41 milhões) para novos projetos no estado. Fique ligado na página da secretaria e acompanhe o lançamento dos editais nos próximos dias.
  • RIO GRANDE DO SUL: O Sated-RS está distribuindo cestas básicas, medicamentos e outros tipos de ajuda a profissionais da cultura no estado particularmente vulneráveis durante a crise. Um link está habilitado para a solicitação da ajuda.
  • CURITIBA, PR: A prefeitura vai distribuir R$ 450 mil a 300 projetos artísticos desenvolvidos por pessoas ou empresas baseados na cidade. Todo o material será veiculado através de lives em redes sociais. Cada um dos contemplados receberá R$ 1,5 mil. Podem participar pessoas físicas ou microempreendedores individuais (MEI). Entre as áreas mencionadas pelo projeto da Fundação Cultural de Curitiba estão curtas-metragens, videoclipes, monólogos, leituras, contação de histórias, vídeodança e diversas outras manifestações. Mais informações e o edital, na página da fundação

REGIÃO CENTRO-OESTE

  • DISTRITO FEDERAL: O governo distrital anunciou uma parceria com o Banco de Brasília (BRB) para disponibilizar créditos a microempreendedores da cultura. Os valores são de R$ 800 a R$ 15 mil, e o valor do pacote é de R$ 750 mil. Por enquanto, não há qualquer edital lançado, mas mais informações podem ser obtidas na página da Secretaria de Cultura do DF. 
  • MATO GROSSO DO SUL: O governo do estado lançou o edital MS Cultura Presente, que distribuirá R$ 1,3 milhão a 700 produções de artes variadas, em formato de vídeo feito em casa para veiculação pelas redes sociais. O requisito é que os artistas sejam do estado ou vivam nele. Cada artista receberá R$ 1.800 em duas parcelas. Fique ligado no portal do governo do estado e acompanhe a publicação do edital.

REGIÃO NORTE

  • PARÁ: O governo do estado lançou o festival digital Te Aquieta em Casa, que vai selecionar 120 artistas da música, do teatro, da contação de histórisa, do artesanato, das performances, da fotografia e de outras artes para apresentações ao vivo na internet. Os participantes receberão R$ 1,5 mil. As inscrições começam nesta sexta-feira (20) e vão até 30 de março.

REGIÃO NORDESTE

  • MARANHÃO: O governo do estado também lança um edital para shows de música pela internet. O anúncio foi feito nesta quinta-feira pelas redes sociais do governo estadual, e ainda não há informações sobre pagamento e dias para inscrição. Acompanhe pela página da Secretaria Estadual de Cultura do Maranhão.
  • CEARÁ: O governo do estado lança nesta sexta-feira (27) o programa Ceará Dendicasa, que distribuirá R$ 1 milhão a 400 projetos com conteúdos artísticos, para compor uma programação especial de difusão em plataformas digitais, redes sociais, canais de comunicação diversos, redes televisivas e radiodifusoras. O requisito é ser cearense ou ter residência fixa no estado. Mais informações no site da Secretaria de Cultura.
  • PARAÍBA: O governo do estado lança nesta terça-feira (31) o programa Meu Espaço, que vai dar a até 70 artistas de diversas manifestações culturais (teatro, música, dança etc.) uma remuneração cujo valor ainda não foi anunciado. A partir de terça, na página da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), estarão disponíveis o edital e a ficha de inscrição. 

NACIONAL

  • CONEXÃO MÚSICA: Mauricio Tagliari, produtor musical e sócio da gravadora YB Music, lidera esta iniciativa que criou um fundo de ajuda emergencial para artistas da música e trabalhadores do setor musical afetados pela paralisação da atividade econômica. O Conexão Música pede doações a quem puder ajudar, e 100% do dinheiro é transferido aos solicitantes. O cadastro, tanto para doar quanto para requerer ajuda, já está disponível. Uma detalhada prestação de contas na própria página, no apartado "Veja as Contas do Fundo", elenca todos valores doados e repassados.  
  • BANCO DO BRASIL: O maior banco do país lança seu edital de projetos culturais 2021/2022, com um apartado para projetos durante o confinamento e reforço nas verbas para mitigar a crise na cultura decorrente da pandemia. Artes cênicas, música, artes plásticas e eventos e obras de outras categorias artísticas estão incluídos. O prazo final para a inscrição é 5 de junho, e mais informações e o formulário podem ser encontrados aqui
  • ITAÚ CULTURAL: O braço cultural do banco lança na segunda-feira (6 de abril) o primeiro de três editais programados para estimular a produção artística. No projeto Arte Como Respiro, cada contemplado receberá até R$ 10 mil para desenvolver uma atividade ou apresentar algum trabalho prévio e que possa ser reproduzido on-line. O primeiro dos editais foi para artistas de teatro, dança e circo. Serão escolhidos 90 projetos desenvolvidos durante a quarentena e outros 30 espetáculos cênicos gravados antes. O segundo é para a música, e as inscrições começam nesta segunda-feira, às 9h - fique ligado, terminam às 23h59 do dia 15. Confira o edital e a ficha de inscrição
  • PETROBRAS CULTURAL:  O programa de cultura da estatal petrolífera prorrogou seu edital para projetos culturais em diversas áreas, entre elas a música. As inscrições vão até 15 de maio, e serão distribuídos, ao todo, R$ 10 milhões para projetos variados. Saiba mais e veja como se candidatar no site da Petrobras. 
  • DESCONTO DE IMPOSTOS: Nacionalmente, microempresários (da Cultura e de outros setores) e microempreendedores individuais (MEI) terão suas cotas de pagamento mensais do Simples Nacional prorrogadas. As notas emitidas neste mês de março, e que portanto venceriam em 20 de abril, foram prorrogadas para outubro. As que serão emitidas em abril, e que venceriam em maio, ficam para para novembro. E as que serão emitidas em maio, com vencimento em junho, vão para dezembro. Não se alteraram as notas que vencem nesta sexta-feira, 20 de março. Mais informações na página da Receita Federal
  • EMPRÉSTIMOS BANCÁRIOS: Vários bancos têm anunciado prorrogações nos prazos de pagamento de empréstimos e outras dívidas. Em alguns casos, por até 60 dias e sem juros adicionais. É preciso procurar o seu banco para saber as condições oferecidas. A Febraban divulgou um comunicado, com linhas gerais sobre a recomendação às instituições filiadas. 
  • MEDIDAS DA SECRETARIA NACIONAL DE CULTURA: A secretária nacional de Cultura, Regina Duarte, usou suas redes sociais na tarde de quinta para anunciar três medidas: artistas e produtores que pleitearem recursos de fundos setoriais ou captação via Lei Rouanet poderão movimentar recursos abaixo do limite atual de 20% da captação, o que deve dar agilidade no uso do dinheiro; os projetos culturais poderão ser alterados a qualquer momento na fase de execução, o que também pode ajudar quem quer cortar gastos etc.; e a prestação de contas se flexibiliza, ganhando mais prazo. A instrução normativa ainda não foi publicada. 
  • ANCINE: Flexibilizam-se as regras de prestação de contas, suspendem-se as fiscalizações presenciais de produções audiovisuais financiadas através de editais da agência, e prevê-se o envio ao BNDES, por parte das autoridades do setor cultural, de uma manifestação técnica que recomende a facilitação de linhas de crédito para novas produções de cinema e TV. Publicada na última sexta-feira (20), a portaria não dá maiores detalhes sobre esse crédito. Cabe lembrar que o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) dispõe de mais de R$ 1,1 bilhão em recursos para investimento em produções audiovisuais que o governo de Jair Bolsonaro congelou sem explicações. Não foram usados os R$ 704 milhões do FSA relativos à arrecadação da Codecine de 2018 nem os R$ 435 milhões de 2019. Os recursos existem e estão parados esperando o governo, envolvido desde o seu início num cabo de guerra cultural com a classe artística, decidir empregá-los. 
  • AJUDA DE R$ 600 MENSAIS: Jair Bolsonaro sancionou na quarta-feira (1) o projeto de lei do Senado que prevê ajudas de R$ 600, por três meses, a trabalhadores informais de qualquer setor. Microempreendedores individuais e pessoas do setor formal mas que estão sem trabalho no momento ou que têm renda per capita mensal inferior a meio salário mínimo também podem pleitear o auxílio, conhecido como coronavoucher. No máximo, duas pessoas da mesma família poderão receber. Para solicitar o dinheiro, você deve estar registrado no Cadastro Único de programas sociais do governo ou preencher uma declaração através do site ou do aplicativo da Caixa. Para mais informações e inscrição, visite o site da instituição. Leia a notícia completa sobre o tema
  • BANCO DO BRASIL: O banco público antecipou para esta segunda-feira (6 de abril) a abertura das inscrições para seu edital de patrocínios culturais 2021/2022. Refere-se à programação dos seus centros culturais no Rio de Janeiro, em Brasília, São Paulo e Belo Horizonte. Artes cênicas, cinema, artes plásticas e outras categorias estão contempladas. Mais informações e inscrições em https://www.bb.com.br/patrocinios

INTERNACIONAL

  • UNESCO: O órgão das Nações Unidas para a cultura lançou um fundo global para financiar projetos que estimulem as indústrias culturais e criativas e as ajudem a sair da crise o mais rapidamente possível. Projetos de países emergentes, entre eles o Brasil, serão contemplados. Para mais informações e a ficha de solicitação, acesse o site oficial da entidade (em inglês, francês ou espanhol). O prazo é até 27 de maio.
  • FACEBOOK: O Facebook for Business, segmento do gigante das redes sociais para clientes corporativos, lançou um programa de ajuda a pequenas empresas que oferecerá até US$ 100 mil em subsídios em dinheiro ou créditos para anúncios. Segundo o FB, empreendedores de mais de 30 países, Brasil entre eles, podem participar da iniciativa. Ainda não está claro se o Brasil está entre eles nem como funcionará exatamente. Clique para obter mais informações e enviar sua solicitação.

Lembrando: se você souber de algum tipo de ajuda para a classe artística e quiser colaborar, por favor, compartilhe conosco por e-mail: comunicacao@ubc.org.br


 

MANTENHA-SE ATIVO. APRENDA MAIS.

 

Aproveite esse tempo para maratonar o nosso canal no YouTube, com vídeos nos quais poderá aprender mais sobre direito autoral, conhecer os serviços da UBC e rever os vídeos do UBC Sem Dúvida, um evento anual que aborda os temas mais atuais sobre o mercado musical. Confira também as valiosas dicas dos mentores do Projeto Impulso, iniciativa de capacitação de jovens talentos da música promovida pela UBC. 

 

      



 

 



Voltar