No

cias

Notícias

Estratégias para profissionais da música nas plataformas online
Publicado em: 14/09/2020

Imagem da notícia

Série da UBC reúne informações e dicas úteis sobre como usar o streaming musical e as redes sociais a seu favor. Pacote inclui Spotify, TikTok, Twitch, Deezer, YouTube e Instagram

Por Fabiane Pereira, do Rio

Colaboração e edição: Alessandro Soler, de Madri

As redes sociais surgiram muito antes da internet. Se atentarmos para o fato de elas serem facilitadoras de conexões sociais entre pessoas, grupos ou organizações, as redes nasceram junto com a civilização. ‘Transferidas' para a web no século XXI, viraram meios não só de se comunicar, mas também de fazer negócios, consumir e oferecer arte, ganhar a vida.

Seis plataformas — entre redes sociais e aplicativos para audição de música e visualização de vídeos — se transformaram em parada obrigatória para o artista musical que busca maior visibilidade, maior alcance para sua obra e maiores ganhos com a movimentação dela. Por isso, a UBC apresenta uma série especial sobre como tirar proveito das seis, a saber: TikTok, Twitch, YouTube, Spotify, Deezer e Instagram.

Para Sylvia Medeiros, diretora sênior da The Orchard Brasil, um dos grandes distribuidores digitais — empresas que fazem a ponte entre artistas/titulares de direitos e plataformas de streaming —, é preciso ter uma visão 360 sobre essas plataformas, cada uma com suas características e regras. “Um álbum no Spotify (ou Deezer) pode virar uma série de vídeos no YouTube (clipes, lyric videos, bastidores), uma live e uma transmissão no IGTV (Instagram) sobre o processo criativo e um challenge no TikTok”, ela enumera.

Você sabe o que são os challenges que ela menciona? Está por dentro das possibilidades oferecidas pelo TikTok, plataforma de streaming de vídeos que mais cresce no mundo e um dos quatro aplicativos gratuitos mais baixados nos últimos dois anos na AppStore (Apple) e na Google Play Store (Android)? Conhece todos os modos de uso (e monetização) de uma música dentro do Instagram? Sabia que a Deezer tem uma playlist "infinita", movida a algoritmo, e que é uma boa escada para melhorar a posição do seu single entre as mais ouvidas? Já entendeu que a Twitch, embora tenha nascido e se popularizado junto à comunidade gamer, vai muito além disso? E o bom e velho YouTube: tem certeza de que está por dentro de tudo o que é necessário para manter um bom canal de artista ali?

Confira as seis reportagens que publicamos simultaneamente e participe dessa conversa global que não diz respeito só a agentes ou agregadores ou selos ou ao "pessoal do marketing": tem tudo a ver com você, artista da música, que entende ser fundamental assumir as rédeas da sua carreira num momento fundamental de transição no mercado. 

LEIA MAIS: Estratégias para profissionais da música nas plataformas online: TikTok

LEIA MAIS: Estratégias para profissionais da música nas plataformas online: Twitch

LEIA MAIS: Estratégias para profissionais da música nas plataformas online: YouTube

LEIA MAIS: Estratégias para profissionais da música nas plataformas digitais: Instagram

LEIA MAIS: Estratégias para profissionais da música nas plataformas digitais: Spotify

LEIA MAIS: Estratégias para profissionais da música nas plataformas digitais: Deezer

 


 

 



Voltar